3 dias + 10 livros ambientados em Londres

2020-06-23T16:37:29-03:00

Quer dicas de 10 livros ambientados em Londres antes de uma viagem para esta cidade incrível?

E o que fazer quando temos apenas 3 dias para conhecer a cidade?

Em 2015 passei por esta experiência. Era minha primeira vez em Londres e foi difícil escolher o que fazer.

Neste post opções que poderão tornar sua viagem mais proveitosa.

Seu desejo é sentir o clima da Londres da realeza? Ou prefere aproveitar a Londres dos museus gratuitos?

E se você é apaixonado por livros poderá visitar os locais de histórias inesquecíveis, inspirar-se antes de sua viagem ou viajar sem sair de casa. Vamos lá?

1- A Londres dos museus gratuitos

Se você, como eu, ama museus, Londres te dará a melhor das experiências. Digo isto pois muitos museus da cidade têm entrada gratuita. Abaixo, quatro opções que já te renderão horas de caminhada.

A – Museu Britânico

Como o caso do Louvre, este museu belíssimo precisa de muitas visitas. Mas como tinha apenas três dias na cidade, cheguei cedo (abre às 09:00) e aproveitei o máximo que as pernas permitiram. Há obras de diversas partes do mundo e a gente fica com aquela vontade de voltar muitas vezes.

Entrada Museu Britânico

Entrada Museu Britânico, em Londres

B- Museu de História Natural

Confesso que não tenho muita paciência para o assunto, mas o local agrada principalmente às crianças. Só o imenso dinossauro da entrada já vale a visita. Sem contar que o prédio antigo é lindo.

Museu de História Natural

Museu de História Natural

C- Museu Vitória e Albert

Bem ao lado do museu de história natural está o meu museu preferido. Albert reuniu aqui as obras de arte mais impressionantes para agradar sua amada. O resultado é esta beleza de museu. Gostaria de ter passado mais horas aqui.

Entrada do Museu Victoria e Albert

Entrada do Museu Victoria e Albert

D- National Gallery

Aqui está o meu motivo principal de ter que voltar à Londres. Deixei a visita para meu último dia, sem pesquisar antes e dei com a cara na porta. Era o dia que a galeria estava fechada. Não faça como eu, pesquise! Consulte o calendário no site.

National Gallery

National Gallery, em Londres

Mas sempre haverá bons motivos para retornar à Londres, como a Tate Moden ou o Shakespeare Globe.

2- A Londres da realeza

Já se você prefere ter contato com a Londres dos reis e rainhas aqui vão três dicas de passeios:

A- Torre de Londres

Um passeio imperdível para quem curte história. Neste castelo medieval no centro de Londres, estão os artefatos utilizados por muitos reis. Armaduras, espadas, escudos, brasões e a história de muitos conflitos. Dentro da propriedade, no pátio interno, há um prédio muito bem guardado, com as jóias e coroas utilizadas por todos as rainhas e reis ingleses. Impressionante!

Pátio interno da Torre de Londres

Pátio interno da Torre de Londres

B- Palácio e jardins de Kensington

Quando visitamos era a residência oficial do príncipe Willian e Kate Midelton. Charlotte tinha acabado de nascer e a família havia viajado para se isolar em outra propriedade no interior do país. É possível visitar o interior do palácio, mas optamos por andar pelo parque e desfrutar de um tradicional chá das cinco (que começa às três) em um restaurante que fica nos jardins , bem perto do palácio. Experiência cultural e gastronômica que recomendo.

Palácio de Kensington, em Londres

Palácio de Kensington, em Londres

C- Troca da Guarda

Indico esta opção só se você for realmente fanático pela realeza e toda formalidade relacionada. Assistir a troca da guarda nos arredores do palácio de Buckingham vai necessitar de doses de paciência. Muitos turistas se aglomeram para assistir a marcha sincronizada dos soldados. Ficamos horas em pé e na chuva. Furada! Há também a opção de visitar o interior do palácio.

Troca da guarda

Troca da guarda

E se você é fã de castelos o de Windsor fica a pouca distância da cidade. Um bom bate e volta de trem para quem tem mais dias disponíveis.

3- A Londres turística

A- Roda gigante London Eye

Melhor vista da cidade. Aprecie o Tâmisa, o Big Ben e toda a expansão de prédios modernos da cidade. A roda gira lentamente e se você não for muito fã de altura, há um banco no meio para se apoiar e suavizar um possível desconforto.

Vista da London Eye

Vista da London Eye

B- Museu de cera Madame Tussauds

Só vá se você nunca visitou um museu de cera em outras partes do mundo. Muitos curtem, mas particularmente, não voltaria . O mais interessante é um circuito que a gente faz num trenzinho que conta a história da cidade.

Com Shakespeare

Com Shakespeare

C- O Big Ben

Listo neste artigo o famoso sino/relógio da Elizabeth Tower, cartão postal da cidade e parte do Palácio de Westminster, porém desde 2017 este monumento de quase 170 anos passa por restauração. Nem imaginam a  frustração de muitos turistas que sonham com aquela fotinho para o porta retrato. A previsão de término das obras, ainda não confirmada, é 2021. Outro bom motivo para voltar à cidade!

Londres e o Big Ben

Londres e o Big Ben

D- Millennium Bridge

Uma ponte de aço suspensa que cruza o Tâmisa, ligando as áreas de Bankside à City de Londres. Bem próxima à Tate Moden de um lado e à St. Paul’s Cathedral do outro. Acesso somente para pedestres.

Ponte do Millennium

Ponte do Millennium, em Londres

4- A Londres dos livros

São incontáveis os livros ambientados em Londres. Difícil também é a escolha de visitar lugares incríveis que deram vida a personagens inesquecíveis.

Londres também tem uma série de bibliotecas e livrarias famosas. Abaixo listo algumas sugestões destes locais e 10 livros para você se inspirar:

Bibliotecas ou livrarias para visitar em Londres

1- British Library:

Biblioteca linda e famosa por obras raras.

2- Stanfords:

Livraria especializadas em livros de viagem;

3- Daunt Books:

Livraria com livros organizados por país de origem.

4- Word on the Water:

Livraria em um barco flutuante.

5- The Nothing Hill Bookshop:

Livraria no famoso bairro e cenário do filme ¨Um lugar Chamado Nothing Hill¨.

10 livros ambientados em Londres

1- O retrato de Dorian Grey (Oscar Wilde):

Há muitas edições deste clássico ambientado na Londres da era vitoriana. Li esta edição bilíngue da editora Landmark.

O retrato de Dorian Gray

O retrato de Dorian Gray

2- Sherlock Holmes (Arthur Conan Doyle):

Outro clássico com muitas aventuras do famoso detetive ambientadas em Londres. Há edições em belos boxes ou com capa dura como esta edição da Zahar.

Sherlock Holmes

Sherlock Holmes

3- O Diário de Bridget Jones (Helen Fielding):

Este confesso que não li, mas vi o filme com belas imagens de Londres. Além do diário há outros dois livros ¨Bridget Jones: no limite da razão¨e ¨O bebê de de Bridget Jones¨.

Capa do livro O diário de Bridget Jones

O diário de Bridget Jones

4- Frankenstein (Mary Shelley):

Outro clássico com muitas edições, ambientado em uma Londres mais sombria. Vale muito assistir também ao filme sobre a vida da autora Mary Shelley que também enfrentou dificuldades com a autoria desta obra fantástica. Abaixo a capa da editora Zahar.

Frankenstein

Frankenstein

5- Mary Popins (P. L. Travers):

Mais um clássico para viajar de vez para uma Londres cheia de encantos. Como sempre há diversas traduções e esta da Zahar traz uma palestra da autora sobre a escrita para crianças. E se você é escritor veja também o post: 10 livros para escritores.

Mary Popins

Mary Popins

6- Oliver Twist (Charles Dickens):

Um história de orfandade e delinquência, provocada pelas dificuldades que a sociedade inglesa da época impunha. O universo do crime e submundo de Londres da era vitoriana muito bem retratado na prosa de Dickens. Há também diversas traduções em português.

Capa de Oliver Twist

Capa de Oliver Twist

7- Os Marvels (Brian Selznick):

Do mesmo autor de ¨A invenção de Hugo Cabret¨ este livro é um dos meus favoritos desta lista de  livros ambientados em Londres. Aqui temos duas histórias que se conectam, uma em 1766 e a outra em 1990, envolvendo atores do Teatro Real, um naufrágio e um órfão que encontra um tio que vive no passado.  As ilustrações são belíssimas.

os marvels capa

Os Marvels

8- No Escuro (Elizabeth Haynes):

Este li em e-book, uma história ambientada em uma Londres atual e que fala de um tema muito importante: os relacionamentos abusivos. Li bem rápido já que a autora nos envolve muito bem no drama da protagonista Catherine.

Capa e-book: No Escuro

Capa e-book: No Escuro

9- Harry Potter (J.K. Howling): 

Toda a saga deste bruxinho tão famoso se passa entre o mundo real e o mundo bruxo. E boa parte dos livros é ambientada em Londres, principalmente no primeiro livro: Harry Potter e a pedra filosofal. O que tornou alguns pontos da cidade, como a estação de trens King’s Cross, parada obrigatória para os fãs da série.  20 anos após a primeira publicação, há uma infinidade de edições.

Capa de Harry Potter

Capa de Harry Potter

10- Branco Letal (Robert Galbraith)

Do mesmo autor de O Chamado do Cuco, que na verdade é um pseudônimo usado por J.K. Howling, a autora de Harry Potter.  Trata-se de um mais um livro de mistério e investigação de Cormoran Strike que se passa no submundo de Londres. Há outros livros na série como ¨Vocação para o Mal¨ e ¨O Bicho da Seda¨.

Capa de branco letal

Capa de Branco Letal

E se você tem alguma sugestão de bons livros ambientados em Londres para nos ajudar a viajar por esta cidade incrível, deixe nos comentários!

Dicas Finais para sua viagem à Londres

Como chegar:

O voo até Londres leva cerda de 12 horas. Na época fui com a companhia Tam num voo direto de Guarulhos até o aeroporto de Heathrow.

Onde ficar:

Fiquei hospedada no Ibis Southwark na margem sul. Hotel no padrão da rede, com um bom restaurante, bem localizado e próximo ao Borough Market, Ponte do Millenium e Tate Moden.

O que comer:

Londres é uma cidade cara, com bons restaurantes, mas também com muitas opções de comidas rápidas e franquias de todo o mundo. Não deixe de experimentar o tradicional peixe com batatas( fish and chips). Super indico também o tradicional chá da tarde inglês, uma experiência cultural e deliciosa. O que experimentei foi restaurante Orangery , localizado nos jardins do palácio de Kensington, com uma infinidade de tipos de chás no cardápio. À partir de 34 libras por pessoa, você escolhe um tipo de chá e recebe também os quitutes típicos e apetitosos.

Chá da tarde inglês

Chá da tarde inglês

Enjoy!

E se quiser fazer uma bela viagem de trem e dar uma passadinha na França é só pegar o Eurostar na estação King’s Cross.  Inspire-se no post: 10 livros ambientados na França.

Compartilhe:

Deixar um comentário