Um ano na Provence: a escrita do cotidiano

2019-09-26T17:27:18-02:00

Hoje vou dar uma dica de livro que pode ajudar os escritores iniciantes. Trata-se do livro Um Ano na Provence, de Peter Mayle, que já ganhou prêmios de melhor livro de viagem e é uma das mais bem sucedidas obras do gênero.

Lançado em 1989 e traduzido para 38 idiomas, o livro vendeu mais de 5 milhões de exemplares no mundo inteiro e serviu de inspiração para o diretor Ridley Scott lançar em 2006 o filme  Um Ano Bom, com participação de Russel Crowe e Marion Cotillard.

Um Ano na Provence também virou minissérie adaptada pela BBC e abriu caminho para outras obras como Sob o Sol da Toscana, adaptado para o cinema em 2004.

O autor, um publicitário nascido na Inglaterra, já havia lançado em 1973, seu primeiro livro De onde viemos?.

Mas deixou para trás seus 15 anos no ramos da publicidade e mudou-se para a França em 1987, na esperança de uma vida menos agitada que a ajudasse o escrever um romance.

Peter Mayle

O autor Peter Mayle

O autor Peter Mayle

Peter Mayle escolheu a Provence (ou Provença), no sudeste da França, região que o encantou não só pelas belezas naturais mas por suas peculiaridades culturais e gastronômicas.

Porém, confuso demais com o estranhamento cultural, escreveu uma longa carta à sua editora, admitindo culpa pelo atraso e dificuldades na escrita, absorto em distrações locais.

Foi tão detalhista na descrição destas distrações que a editora acabou por escrever de volta pedindo mais 250 páginas como aquelas. Já havia uma editora interessada.

Nascia assim, de forma despretensiosa, Um Ano na Provence.

E por atrair tantos visitantes para a França, o governo francês concedeu ao autor, em 2002,  o título de Cavaleiro da Legião de Honra.

Peter Meyle morreu em 2018, aos 78 anos, em um hospital perto de sua casa no sul da França.

Também é autor de outros títulos traduzidos no Brasil como: Em Busca de Cézanne, Memórias de um Cão, Toujours Provence, etc.

Mas por que o livro Um Ano na Provence pode ajudar um autor iniciante?

Um escritor, em início ou não de sua jornada, enfrenta muitos bloqueios. Ante a página em branco surgem perguntas como:

  • Sobre o que escreverei ou qual o tema do meu próximo texto?
  • Qual o melhor narrador para o que quero contar?
  • Em que época se passa a história?
  • E o tempo da narrativa? Ou o tom?
  • Qual será o tamanho? Um conto? Novela? Romance?
  • E os personagens? Como construí-los?
  • Escreverei com planejamento ou seguindo a intuição?

Enfim, questionamentos importantes e também os tolos rondam a mente até que se descubra o caminho a seguir. Não sem antes passar por um período de certa angústia.

E nesse período nada como uma boa leitura, que nos alimente com belas descrições, detalhes interessantes e bom humor.

A escrita do cotidiano

É o caso de Um Ano na Provence, um misto de crônica, relato de viagens, romance, que nos leva a saborear os comentários sobre os hábitos interioranos dos franceses, a comida, as festas pitorescas e os prazeres rústicos da vida provençal.

Nele conhecemos o relato de uma pessoa que largou tudo para desfrutar de refeições fartas, coloridas e apetitosas, acompanhadas de vistas incríveis de campos de lavanda e belos vinhedos. E sim, há dissabores, pequenos reveses e implicâncias de vizinhos belicosos com turistas.

Capítulos do Livro: Um ano na Provence

Capítulos do Livro: Um ano na Provence

Para nos contar tudo isto o autor dividiu o livro em 12 capítulos, um para cada mês do ano.E começou a descrever o cotidiano de seu primeiro ano na Provence.

Assim vamos acompanhando as mudanças não só das estações, mas seus efeitos sobre o humor e comportamento dos locais e do próprio autor.

Esta escrita do cotidiano, pode ajudar um autor iniciante a destravar suas amarras, praticar a descrição de sensações, sabores, cheiros, humores. E como Mayle, tornar tudo tão leve e atrativo que se torna impossível largar o livro antes do fim.

E sim, viagens, paixão de muitos, podem se tornar temas para belos livros.

Já falei, em outro post, sobre dois livros com relatos de viagens pela Provence, abordando aspectos distintos e com diferentes estilos de narrativas. Um de Jean Giono e outro de Robert Louis Stevenson.

E já falei aqui também sobre 10 livros para escritores.

Veja mais em:

Sul da França: 2 livros sobre relatos de viagens pela Provence

Como escrever um livro? Veja 10 livros para escritores

Capa do Livro: Um Ano na Provence

Capa do Livro: Um Ano na Provence

Livro: Um Ano na Provence

Adquira o livro na Amazon

Editora: Sextante

Páginas: 237

Compartilhe:

Deixar um comentário