Como escrever um livro? 10 livros para escritores iniciantes

2019-06-19T17:03:38+00:00

Quais os melhores livros para escritores? Qual a vantagem destes livros?

Sabe aquele danado bloqueio?  Sim, muitas vezes, sucumbe a um bom livro de técnicas ou sobre o processo da escrita de outros autores. Adoro livros deste tipo.

Quando comecei a escrever, não imaginava existirem tantas técnicas, acreditava que bastava-me inspiração e pronto. Só que não, mesmo!

Pesquisei muito por bons livros para escritores iniciantes. E quando se faz o que gosta, esta busca se torna parte da brincadeira.

Muitos cursos de escrita depois, a pilha de livros deste tipo aqui em casa só cresce.

E claro, a leitura de todos os gêneros literários é parte do trabalho do escritor. Então leia, muito e de tudo.

E se você já escreveu a sua ideia e quer saber como publicar um livro, não deixe de ler o post: Como publicar um livro? 3 caminhos para a publicação

Listo abaixo 10 livros para escritores iniciantes.

Os cinco primeiros livros me ajudaram muito, alguns até muito conhecidos, mas que podem ser preciosos para um escritor no início de jornada.

Há livros que me foram muito recomendados recentemente, em diversos cursos de escrita e oficinas que participei.

1- Como Escrever Um Livro – Ediouro

Capa livro Como Escrever um Livro

Foi o primeiro livro que adquiri sobre escrita,  lá em 2010. Como Escrever um livro – 100 perguntas e respostas, de Ariel Rivadeneira foi revelador, com dicas rápidas e básicas de estrutura, linguagem e até mais psicológicas do tipo: Escrever melhora a vida? (ok, pule esta parte!)

2- A Arte da Palavra – Editora Manole

Como criar um estilo pessoal na comunicação escrita?  É este o tema principal do livro de Gabriel Perissé. Com capítulos entitulados como Escrever é transbordar ou Eu sou aquilo que escrevo, o autor pretende ajudar o escritor a trilhar um caminho autêntico, buscando um estilo pessoal, tanto na área acadêmica como no âmbito da criação literária.  Ao final, encontramos uma bibliografia comentada, dando ao leitor oportunidade de continuar sua busca.

3- A Jornada do Escritor – Editora Nova Fronteira

Aqui conhecemos mais sobre as estruturas míticas que criam narrativas que mexem com o leitor. Christopher Vogler traz orientações para estruturar enredos, criar personagens, que muito ajudam a roteiristas, dramaturgos, escritores e contadores de histórias. Muitos o chamam de a bíblia dos roteiristas de Hollywood, que abusam da fórmula conhecida como Jornada do Herói, mas mesmo que você torça o nariz para escrever com algumas regras em mente, eu diria que é muito bom conhecer estes caminhos, para melhor organização do trabalho.

4- Para ler como escritor – Zahar

Diria que nem todo escritor iniciante habitua-se a uma leitura lenta, cuidadosa e refletida sobre os grandes textos que os fascinam. Para Francine Prose, ler como um escritor requer um olhar novo sobre a literatura. Este livro viaja sobre obras-primas, com observações e reflexões dos textos, do que está nele, além de exemplos diversos de onde fazer uma quebra de parágrafo ou construir diálogos convincentes e ainda traz sugestões de livros que ajudam a compor a bagagem do bom escritor.

5- O que é qualidade em literatura infantil e juvenil? Com a palavra o escritor – Editora DCL

Aqui um livro voltado principalmente àqueles que querem escrever para crianças e jovens. Organizado por Ieda de Oliveira, este livro traz depoimentos de escritores conhecidos pela qualidade de suas obras em literatura infantil e juvenil, como Ana Maria Machado, Marina Colasanti, Lygia Bojunga, Celso Sisto, Bartolomeu Campos de Queirós, entre outros, que abordam, de maneiras distintas o que se entende por qualidade nestes textos. Discutir o valor estético de uma obra literária é assunto que sempre gera muitos questionamentos e este livro contribui para elucidar algumas destas questões.  Há também uma segunda versão, com a palavra dos ilustradores, tão importantes para compor a qualidade destes trabalhos.

6- Como funciona a ficção – Sesi- SP editora

Do crítico inglês James Wood, este livro aborda aspectos importantes como a posição do narrador, o discurso indireto livre, os detalhes como elemento construtivo do realismo e outros argumentos que convergem para a compreensão da forma do romance realista.

7- Oficina de Escritores – WMF Martins Fontes

Stephen Koch ensinou durante anos a arte da ficção aos alunos da Shool of Arts da Columbia University e também no programa de redação criativa da Princeton University.  Um livro para ser cuidadosamente folheado e estudado nos momentos em que nos falta inspiração, com observações lúcidas e análises técnicas, mas sobretudo, comentários inspiradores a respeito de grandes escritores.

8 – O romancista ingênuo e o sentimental – Companhia das Letras

Um grande romance é um mundo repleto de objetos animados pelas paixões dos que vivem nele. E para Orhan Pamuk, no cerne da arte do romance está a habilidade de pintar, com palavras, quadros que correspondam às sensações e sentimentos dos quais se quer fazer o leitor cúmplice. Vivendo e escrevendo em um país pobre e não ocidental, Pamuk tem uma experiência valiosa a relatar. Compõem este livro, conferências realizadas na Universidade Harvard.

9- Guia de Escrita – Editora Contexto

Steven Pinker aborda neste livro como conceber um texto com clareza, precisão e elegância. Por que há tantos textos ruins? O que se pode fazer para mudar esta realidade? Aos que ainda têm medo de escrever este livro pode ajudar no desafio de construir uma prosa clara e elegante.

10- Como um romance – Rocco

O que afasta a criança ou o adolescente da leitura de um livro? Neste ensaio, Daniel Pennac mostra que o elo perde-se, normalmente, quando o livro deixa de ser ¨vivo¨. Isto sem falar do momento em que o livro vira obrigação. Do alto de sua experiência como professor que vendeu milhares de exemplares na França, o livro de Pennac é indicado também para os que trabalham, em sala de aula, com linguagem, comunicação e expressão.

Deixe sua opinião ou comentário se alguns destes ou outros livros foram importantes para sua formação como escritor.

Boas leituras!

Deixar um comentário